Imprensa / Notícias do Setor / Espaço do Associado

17/08/2018



VILA VERDE CATUAÍ: PRODUTORES EXALTAM CONTATO DIRETO COM PÚBLICO


Vila Verde Catuaí: produtores exaltam contato direto

 com público

Feira de produtos naturais, frescos e saudáveis completa um ano no Shopping londrinense e tem edição especial

 

Um projeto de sucesso que completou o rol de eventos em Londrina. A Vila Verde Catuaí, feira que une expositores locais todas às quartas-feiras para a venda de produtos naturais e orgânicos, completou um ano nesta quarta-feira (15). A atração, que ocupa o estacionamento em frente à entrada principal do Shopping, mudou de ares na edição especial de aniversário e foi realizada na praça central de eventos do Catuaí, na área interna.

Para marcar o primeiro ano da feira, os expositores prepararam surpresas para o público, como descontos e sabores inéditos. As crianças, que sempre se divertem no espaço kids especialmente reservado para as brincadeiras, curtiram a celebração com pinturinha facial.

Os frequentadores gostaram das surpresas. A professora Célia Xavier Riva, de Apucarana, contou que vem com a família praticamente todas as semanas ao Catuaí para fazer compras e desfrutar do espaço. “A feira está alegre e colorida, nos identificamos muito, me lembrou os ares da Europa”, comentou, revelando suas barracas preferidas. A de empanadas chilenas da Sur Empanadas, por exemplo. “Vamos voltar para conhecer mais! Já aproveitei e divulguei a feira nas minhas redes sociais para trazer todos os meus amigos para cá”.

A fisioterapeuta Simone Kasikawa adorou experimentar os quitutes. “Vim à Londrina a passeio, sou de Maringá. Já comprei várias coisas. Achei tudo muito gostoso, bonito e com preços muito bons”, revelou Simone, confidenciando que tem procurado se adaptar a uma vida mais saudável.

Quem também aproveitou a boa energia da feira foi o industrial Hernani Silva, que observava o movimento enquanto degustava um chope bem gelado da Cervejaria Amadeus. “Está tudo ótimo! Estou curtindo o clima e tomando uma cervejinha muito boa enquanto minha família faz compras pelo Shopping”.

Para os produtores que encontraram na feira do Catuaí um novo espaço de comercialização e de contato com os consumidores, esse primeiro ano de operação da Vila Verde está totalmente aprovado. “A Vila Verde mudou a visibilidade do nosso negócio. Aqui temos acesso a vários tipos de público e essas pessoas têm contato direto com o nosso produto”, confirmou Roberta Mello, da Horta Chácara Santos Antônio. “O londrinense só ganhou com este período da feira, porque a cidade não tem nada parecido. O retorno, durante esse tempo, foi muito positivo”, afirmou, contando que para comemorar a data especial levou à feira quantidades maiores de morangos sem agrotóxicos. “Venderam muito rápido!”, afirmou.

A Nido Pastifício também avalia positivamente esse período. “A Vila Verde é importante para a Nido porque trouxe reconhecimento ao que nós fazemos. Aqui, os consumidores experimentam os produtos, pegam a caixinha na mão, temos a oportunidade de contar como o produto é feito, os ingredientes usados, as vantagens de não usarmos conservantes ou corantes artificiais na composição das massas. Queremos promover esse consumo consciente e seguro”, explicou Bruna Esteves. No aniversário de um ano da feira, a Nido presentou o público com a degustação do “queridinho” da marca: o ravióli de muçarela de búfala com manjericão.